Notícias

01/04/2021 21:03

SINDIPEMA cobra o fechamento das escolas para proteção dos trabalhadores da educação

Nesse momento de agravamento da Pandemia, com índices crescentes de ocupação de UTIs, e crescimento nos casos de internação e morte por conta da Covid -19. É preciso que a Prefeitura adote formas urgentes de proteção aos servidores públicos com fechamento das escolas e adoção de medidas alternativas para o funcionamento das atividades escolares.


A preocupação da categoria, nesse momento, é com a saúde e a vida de toda a comunidade escolar. Não podemos ignorar os altas taxas de contaminação, inclusive na população mais jovem, exigindo do Comitê Técnico-Científico de Sergipe o estabelecimento de medidas restritivas mais severas para o enfrentamento do coronavírus. No entanto, na contramão das medidas de isolamento, a Secretaria de Educação decreta a abertura das escolas até as 17h causando apreensão e medo aos trabalhadores das escolas diante do iminente risco de contágio. 
Nossa luta é para preservar a vida dos trabalhadores da educação e barrar a contaminação, E para isso é necessário o retorno do trabalho remoto, e a desinfecção sistemática das unidade  de ensino.

 Para o SINDIPEMA, a 
abertura regular das escolas e a possibilidade retorno às aulas presenciais sem a vacinação representa uma ofensa ao princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.

Diante desse descaso com os trabalhadores da educação o SINDIPEMA encaminhou ofício, nesta quarta-feira (31)  à Secretária de Educação solicitando a suspensão da abertura das escolas e a prorrogação das aulas remotas. E encaminhou oficio ao Ministério Público visando resguardar o direito constitucional do respeito à vida, à saúde e a segurança dos trabalhadores


Aula se recupera, vidas não!
Vacina para todos,já!